Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

Em gafe, Gleisi vê apoio ao PT em música do Carnaval da Bahia

.

JOÃO PEDRO PITOMBO

SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, confundiu a letra de uma música do cantor baiano Léo Santana com apoio ao seu partido.

Em postagem numa rede social no último sábado (10), Gleisi afirmou que o cantor estava reconhecendo a boa administração do governo da Bahia ao cantar um de seus sucessos, a música "Vai dar PT", durante o desfile de seu trio elétrico no circuito do Campo Grande.

A música, contudo, não faz referência ao Partido dos Trabalhadores: a sigla PT, na canção de Léo Santana, significa "perda total".

Em postagem nesta segunda-feira (12), Gleisi justificou a gafe: "A música em si, assim como na poesia, pode ter diferentes interpretações! Brincamos, assim como nossa militância, de associar este trecho a sigla do nosso partido. Perda Total o povo já tem vivido com a série de desmontes promovidos pelo governo que vocês apoiam".

APOIO A LULA

Esta não é a primeira gafe de Glesi Hoffmann nas redes sociais. Há um mês, a senadora divulgou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia sido homenageado pela torcida do clube alemão Bayern de Munique. Mas na faixa onde Gleisi leu "Forza Lula" estava, na verdade, "Forza Luca".

Luca é o nome de um torcedor italiano que se feriu e chegou a entrar em coma após uma confusão entre torcidas de dois times italianos, em novembro. Desde então, faixas desejando força a Luca Fanesi se espalharam por estádios mundo afora.

A imagem em questão mostrava o "c" de Luca parcialmente escondido pelo braço de um torcedor, o que faz com que a letra se assemelhe a um "l".

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber