Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

Rio terá de carreata a telão em atos para julgamento de Lula

.

LUCAS VETTORAZZO

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Grupos a favor e contra a condenação em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocam para protestos no Rio.

O Vem Pra Rua, grupo de oposição que emergiu nas manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, organizou um ato para esta terça-feira (23), a partir das 18h30 no posto 5 da orla da praia de Copacabana, zona sul do Rio.

Os manifestantes pretendem acender velas em torno de uma faixa com a frase "Lula na cadeia". Às 20h, há a previsão de saída de uma carreata, com roteiro ainda a ser definido e divulgado no perfil do movimento nas redes sociais. A organização promete carros disponíveis para os manifestantes não motorizados, além de convocar para as pessoas participem de moto ou bicicleta.

A Frente Brasil Popular, que reúne movimentos sociais que apoiam Lula, faz desde o início de semana atos dispersos pela cidade. Na manhã de quarta-feira (24), dia do julgamento, a sessão no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), em Porto Alegre, será transmitida ao vivo em um telão a ser instalado no largo da Carioca, centro do Rio.

Haverá discursos de políticos, lideranças, artistas e advogados em defesa do ex-presidente, nos moldes do que tem ocorrido nos atos de defesa de Lula pelo país nos últimos meses.

"A ideia é capturar populares que estejam passando por ali naquele momento", disse Caique Tibiriçá, integrante da coordenação da Frente Brasil Popular.

TELÃO

A partir das 15h, quando espera-se que o resultado do julgamento já seja sabido, um carro de som substituirá o telão e há previsão de saída de uma marcha pelo centro, a exemplo do que deve ocorrer na avenida Paulista, no centro de São Paulo.

A frente, que reúne centrais sindicais, como a CUT, partidos, como PT e PC do B, movimentos sociais, como MTST e MST, e movimentos populares em geral, enviou cerca de 30 ônibus com militantes para Porto Alegre.

Os ônibus, com 45 lugares cada, saíram do Rio na noite de segunda-feira. Alguns manifestantes do Rio, como as integrantes do movimento das mulheres, participaram de atos na capital gaúcha já na manhã desta terça. Os participantes dormirão no acampamento montado na cidade por movimentos de apoio a Lula. A alimentação e o transporte dos cariocas foram subsidiados pela Frente Brasil Popular.

Estudantes ligados à UJS (União da Juventude Socialista), ligada ao PC do B, e do Levante Popular da Juventude, ligada ao MST, fazem desde a tarde de segunda-feira (22) uma ocupação em frente a um prédio administrativo da Rede Globo, no Jardim Botânico, zona sul do Rio.

Cerca de 20 manifestantes montaram barracas de acampamento na calçada do prédio. Eles protestam contra o tom do noticiário da rede de TV em relação ao ex-presidente, o que classificam como condenação antecipada.

Segundo a reportagem apurou, não houve embates ou confusão entre o grupo e os seguranças da empresa. Os manifestantes deixarão a porta do prédio na manhã desta quarta-feira para acompanhar a transmissão do julgamento no largo da Carioca.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber