Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Garotinho teve vídeos editados, afirma perícia

.

ITALO NOGUEIRA

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Imagens do circuito interno da cadeia pública José Frederico Marques do dia em que o ex-governador Anthony Garotinho (PR) diz ter sido agredido foram editadas, segundo perícia do Ministério Público do Rio.

Peritos da Dedit (Divisão de Evidências Digitais e Tecnologia) do MP-RJ apontaram três fragilidades nas imagens usadas pela Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) para afirmar que não houve invasão à cela do ex-governador.

De acordo com a Promotoria, o conjunto de gravações do caso apresentou "interrupções atípicas", imagem congelada e evidência de "interferência humana" na captação dos vídeos.

Garotinho foi preso no dia 22 de novembro e ficou detido na galeria A, com outros presos. No dia seguinte, ele foi levado para a galeria B, uma ala que estava desativada. Único preso no local, ele afirma ter sido agredido na madrugada do dia 24. Segundo relato do ex-governador, um homem bateu em seu joelho com um porrete, pisou em seu pé e chegou a ameaçá-lo com uma arma. À época, agentes declararam à imprensa que o político se auto agrediu para forçar a transferência para Bangu 8, o que acabou ocorrendo.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber