Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

“Paraná é referência nacional”, diz Cida Borghetti

.

Cida Borghetti terá 3 minutos e dois segundos - Foto: Divulgação
Cida Borghetti terá 3 minutos e dois segundos - Foto: Divulgação

Em entrevista especial, a vice-governadora Cida Borghetti (Progressistas) faz um balanço de 2017 e fala sobre o cenário para 2018, quando deve disputar o Governo do Estado. Ela destaca, o bom relacionamento entre o governo do estado e o governo federal e o ajuste fiscal adotado pelo Paraná responsável por colocar o estado em destaque no cenário econômico nacional.

Qual o balanço que a senhora faz de 2017?

CIDA BORGHETTI - O saldo é muito positivo. O Paraná voltou a crescer, nosso PIB deve fechar o ano três vezes acima da média do Brasil. O setor produtivo paranaense, impulsionado pelo agronegócio, está gerando empregos em todas as regiões. O comércio e setor de serviços retomaram as contratações. O Estado do Paraná está com suas finanças em dia, aumenta o repasse para os municípios e amplia os investimentos. A crise ficou para trás e temos a solidez necessária para avançar nas políticas públicas que vem dando resultado e crescer com segurança agora em 2018 e nos próximos anos.

 A que a senhora atribui a atual situação econômica e fiscal do Paraná?   

CIDA BORGHETTI - O governador Beto Richa (PSDB) acertou e promoveu o ajuste fiscal no momento certo. Com o apoio da nossa bancada, aprovamos as medidas necessárias. Hoje há um reconhecimento nacional. Participei de reunião dos governadores com o presidente Michel Temer e mais recentemente no encontro com os governadores da região sul no Codesul. Posso afirmar que o Paraná é hoje referência nacional, modelo exemplar de gestão. Enquanto Estados estão com dificuldades para honrar os salários e o 13º; o Paraná quitou em 30 dias três folhas: a de novembro, o 13º e adiantou a de dezembro. Isso representou mais R$ 5,1 bilhões circulando na nossa economia.

E o balanço das ações à frente da vice-governadoria?

CIDA BORGHETTI - Primeiro, agradecer a confiança do governador Beto Richa e da população paranaense. É uma honra ter a oportunidade de trabalhar pelo nosso povo. Sou a responsável pelo relacionamento do Paraná em Brasília e estamos consolidando recursos que vão gerar empregos e renda, reduzir o custo transporte para o nosso setor produtivo e mudar, para melhor, a vida de muita gente. Avançamos também com a revitalização do Rio Iguaçu, o nosso rio mais importante. Nos últimos dias de 2017 assinamos a liberação de R$ 10 milhões para a prefeitura de Curitiba despoluir o rio Belém, totalmente urbano e um dos principais afluentes do Rio Iguaçu. Também anunciamos o Hospital da Criança em Maringá, que terá 21 especialidades, entre elas a oncopediatria e vai atender mais de 3 milhões de pessoas no Norte e Noroeste. Ampliamos o alcance das campanhas de alerta contra a violência doméstica e a exploração sexual de crianças e adolescentes. O número de denúncias através do Disque 100 e do Disque 181 aumentaram em 200 %. Avançamos também com um novo mamógrafo digital para Curitiba e a inauguração do de Cascavel, além da ampliação de diversas alas do HU da Unioeste.

 Como está a relação do Paraná com o Governo Federal e com Brasília?

CIDA BORGHETTI - Melhor a cada dia. O presidente Michel Temer (PMDB) e sua equipe demonstram disposição em atender os pleitos paranaenses. E para isso contamos também com o suporte da nossa bancada, liderada pelo deputado Toninho Wandscheer. Estive com a bancada em Brasília no fim do ano para garantir o apoio para a liberação de um empréstimo internacional para a infraestrutura. Serão R$ 1,4 bilhão, principalmente para as estradas, para melhorar o escoamento da produção do nosso agronegócio. Também assinamos com o ministério das Cidades e a Caixa mais R$ 1,5 bilhão em saneamento. Avançamos na negociação para a construção de 3.331 casas populares. O ministério da Saúde aplicou mais de R$ 500 milhões somente em 2017. Resultados construídos com essa integração entre o Estado, União e bancada paranaense no Congresso.

 O seu partido já confirmou a senhora com uma das pré-candidatas ao Governo no ano que vem, como está o cenário?

CIDA BORGHETTI - Olha, trabalhamos para manter e ampliar a aliança vencedora que deu suporte ao governador Beto Richa nas eleições de 2010 e 2014. Um grupo que vem trabalhando muito bem pelo Paraná. Os avanços estão aí e são visíveis: o Porto de Paranaguá bate recordes de eficiência todos os meses; com o Família Paranaense somos um dos Estados que mais reduziu a pobreza no país; o Estado que mais aplica recursos por habitante em saúde e com o Mãe Paranaense estamos com a menor mortalidade infantil da história. Reduzimos índices de criminalidade, contratamos policiais e compramos equipamentos. Investimos maciçamente em Educação. A Copel e a Sanepar se destacam internacionalmente e o Paraná Competitivo consolidou mais de R$ 43 bilhões em novos investimentos.

 E o apoio do governador Beto Richa? 

CIDA BORGHETTI - O apoio dele é muito importante e contamos com isso. O governador tem uma trajetória política de destaque, foi eleito e reeleito governador. Foi  deputado estadual, vice-prefeito e prefeito de Curitiba por dois mandatos. É filho do ex-governador José Richa. A decisão de sair e concorrer ao Senado é pessoal e temos que respeitar. Caso isso se concretize será uma honra assumir o Governo do Estado. A primeira mulher a assumir, efetivamente, o Governo do Paraná. Estou preparada para o desafio de governar. No ano passado assumi o Governo por quatro vezes, períodos em que assinamos convênios e parcerias com as prefeituras, anunciamos investimentos e inauguramos obras.

 Nas pesquisas a senhora aparece distante dos outros candidatos, qual a estratégia para reverter?

CIDA BORGHETTI - Isso é até natural neste momento. Nunca disputei uma eleição majoritária e boa parte do eleitorado não me conhece, ao contrário dos outros candidatos que já possuem esse recall. Aliás, mais de 70% da população desconhece o meu trabalho. Considero isso como uma grande oportunidade. Oportunidade de crescer apresentando o meu trabalho e a proposta de um plano de governo construído ouvindo todos os setores da sociedade.

Quais seriam a prioridade na gestão Cida Borghetti ?

CIDA BORGHETTI - Precisamos continuar os avanços das políticas implementadas desde 2011. A parceria com as prefeituras e o desafio diário de uma gestão eficiente com a boa aplicação do dinheiro dos contribuintes. Temos que ampliar o apoio aos empreendedores; acelerar obras importantes de infraestrutura para reduzir os custos de transporte do setor produtivo e do agronegócio, deixar mais dinheiro no bolso do produtor; consolidar o condomínio portuário de Pontal do Paraná e preparar a licitação do pedágio para garantir tarifas mais baixas e mais obras. Um debate em que será imprescindível a participação da população e de todo o setor produtivo. Tenho também as bandeiras que carrego comigo ao longo de toda a minha trajetória: a saúde preventiva e a defesa da mulher, da criança, do adolescente e dos idosos. O grande desafio é preparar uma nova geração para o futuro, e preparar uma geração para o futuro passa pelo investimento maciço na primeira infância. Uma política integrada unindo educação, saúde, nutrição, cultura, segurança e direitos humanos.  Dar a oportunidade para que as nossas crianças possam ser cidadãos mais preparados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber