Mais lidas
Política

Parlamentar não comenta a contratação

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A Folha de S.Paulo informou o teor da reportagem à assessoria do deputado federal Jair Bolsonaro na tarde desta quinta (7), mas, apesar da promessa de esclarecimentos, não houve resposta.

A reportagem ligou diversas vezes para os telefones celulares do parlamentar e de sua assessoria no início da noite, mas não conseguiu novo contato.

Em manifestações anteriores, Bolsonaro deu respostas variadas sobre a contratação de familiares.

Em 2007, por exemplo, defendeu a prática e criticou a Folha, que na ocasião revelara que deputados federais davam emprego a 68 parentes por R$ 3,6 milhões ao ano.

"Vocês não querem saber se é competente, se não é. Só querem saber se é parente. E esculacha o nome do parlamentar. Pode escrever isso aí", disse, na ocasião, o atualmente presidenciável.

Ao "Globo", Bolsonaro disse neste ano que agiu dentro da lei ao se pronunciar sobre a contratação de familiares de uma ex-mulher.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber