Mais lidas
Política

Moro aceita aditamento de denúncia contra Duque

.

ANA LUIZA ALBUQUERQUE

CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) - O juiz Sergio Moro aceitou pedido do Ministério Público de aditamento de denúncia contra Renato Duque, ex-diretor da Petrobras. O requerimento se deu após envio de provas de Liechtenstein, país europeu, à Procuradoria. Isso significa que Duque agora responde a nova acusação de lavagem de dinheiro.

O ex-diretor é um dos réus no processo que investiga o pagamento de vantagens indevidas em contratos do estaleiro Jurong com a Sete Brasil, para fornecimento de sondas para a Petrobras. Segundo a denúncia, Guilherme Esteves de Jesus, representante comercial do Jurong, teria intermediado o pagamento da propina.

Em resposta a pedido de cooperação internacional, a Procuradoria recebeu documentação bancária das autoridades de Liechtenstein, que indicaram três transferências de conta controlada por Guilherme de Jesus para conta suíça de propriedade de Duque. No total, teriam sido repassados mais de 4 milhões de dólares.

Na denúncia inicial, Guilherme de Jesus era acusado de pertinência a organização criminosa, corrupção ativa (sete vezes) e lavagem de dinheiro (sete vezes). Duque respondia por corrupção passiva (sete vezes).

Com o aditamento, além das imputações anteriores, Duque passa a responder por três crimes de lavagem de dinheiro (número de transferências efetuadas) e Guilherme, por dez.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber