Mais lidas
Política

Deputado presidiário é flagrado com queijo escondido na cueca

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ), que cumpre regime semiaberto, tentou entrar no presídio da Papuda (DF) no último domingo com dois pacotes de biscoito e um queijo provolone escondido na roupa.

A reportagem apurou com funcionários do presídio que os alimentos estavam escondidos na cueca do congressista. A irregularidade foi flagrada no processo de revista, quando ele retornava da saída de fim de semana, autorizada pela Justiça.

O parlamentar foi levado para o isolamento, segundo a SSP-DF (Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal), onde ficará por sete dias. Um inquérito foi aberto para apurar o caso -a punição pode aumentar.

De acordo com a SSP-DF, "é proibida a entrada de internos com qualquer objeto ou alimento no presídio sem autorização".

Procurada, a assessoria do deputado afirmou que não se manifestaria sobre o caso.

Jacob foi condenado pelo STF a 7 anos e 2 meses de prisão por falsificar documentos e dispensar licitação para construção de uma creche em 2002, quando era prefeito da cidade de Três Rios (RJ). Em julho, a Justiça do Distrito Federal autorizou que o deputado passasse a frequentar a Câmara.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber