Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Luciano Huck afirma que não é 'candidato a nada neste momento'

.

JOELMIR TAVARES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em meio às especulações sobre sua entrada na disputa pela Presidência da República em 2018, o apresentador Luciano Huck afirmou nesta terça-feira (7) em São Paulo que não é candidato.

"Neste momento da minha vida eu não sou candidato a nada", disse o comunicador durante palestra no evento Connect Samba. Na sequência da afirmação, risinhos contidos correram a plateia da feira sobre vídeos na internet.

Huck vem mantendo conversas com partidos, lideranças e movimentos que buscam renovação política. Na saída do evento, o apresentador da TV Globo disse à reportagem que os diálogos fazem parte da sua tentativa de ter uma "fotografia" a mais completa possível do assunto. Ele adota o discurso de que quer dar sua colaboração estando fora do dia a dia da política.

O apresentador já chega a ter 5% de intenções de voto, embora permaneça reticente sobre a intenção de eventualmente disputar o pleito.

Huck tem citado em declarações públicas sua aproximação de movimentos como o Agora!, o Acredito e o RenovaBR, que propõem alternativas e estimulam o lançamento de novas candidaturas para 2018. "Eu estou próximo dos movimentos cívicos e esse vai ser o meu movimento pessoal ao longo desse próximo ano", afirmou.

A intenção, segundo ele, é ajudar a identificar grupos que estão se articulando para tentar achar soluções. "Eu estou me ligando não a partidos, quero me ligar aos movimentos cívicos."

Para Huck, é maior a chance de saírem de organizações da sociedade os nomes e as propostas que teriam seu apoio. Por outro lado, ele conversa também com representantes da política tradicional, na intenção de conhecer mais faces da situação. Há relatos de reuniões suas com partidos como PPS, DEM, Rede e Novo.

Na palestra, ele afirmou que busca usar seu programa de TV, o "Caldeirão do Huck", para valorizar bons exemplos, impulsionar o empreendedorismo e estimular a ética, "tão rara no Brasil de hoje". A política nacional, resumiu, virou "uma fratura exposta".

"Quero impactar mais na vida das pessoas e usar as ferramentas que a vida me deu para fazer a diferença", afirmou. Por isso, de acordo com o comunicador, sua decisão de "colocar a mão na massa" para contribuir com a renovação na vida pública.

"Não dá para aceitar mais um ciclo de inércia, de incompetência, de atraso, de um misto de ganância, corrupção e estupidez que há décadas assola o país", disse.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber