Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

Citado por delator, Vampeta diz que nunca viu Cunha e ironiza Geddel

.

CAMILA MATTOSO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ex-jogador Vampeta fez piada com a afirmação de que vendeu um apartamento para o ex-deputado Eduardo Cunha, hoje preso no Paraná.

"Queria ser amigo desses caras, pra eles colocarem R$ 51 milhões na minha conta", ironizou, em referência ao dinheiro encontrado no apartamento vinculado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima.

Em depoimento nesta terça-feira (31), o operador Lúcio Funaro afirmou que comprou, para uma das filhas de Cunha, um apartamento daquele "ex-jogador que deu cambalhotas no Palácio do Planalto".

Vampeta protagonizou a cena na comemoração do pentacampeonato, em 2002, quando o presidente era Fernando Henrique Cardoso.

Em uma primeira ligação, o ex-volante reagiu com surpresa e disse que não fazia sentido a afirmação, já que não conhecia Cunha nem Funaro. "Mentira do caramba", afirmou.

Minutos depois, porém, ligou de volta e disse que era possível, sim, que tivesse feito a venda, mas por meio de algum intermediário.

"Quando eu jogava no Corinthians, eu tinha três flats em um hotel no Pacaembu. Vendi dois para um senhor de idade e o outro eu não me lembro para quem, mas não era nem Cunha nem Funaro. Faz uns 8 ou 10 anos. Devem ter mandado alguém comprar".

"Só vi Cunha pela TV e Funaro por causa desses rolos todos", completou.

Vampeta continuou com as piadas. Disse que se encontrassem R$ 51 milhões em um apartamento seu, teria uma boa resposta.

"Se fosse comigo, diria que era bicho pelas tantas vitórias em cima do Palmeiras e do São Paulo", disse, dando risadas.

No jargão futebolístico, bicho é o valor em dinheiro que os cartolas pagam aos jogadores e comissão técnica por resultados em campo.

Além de ter conquistado o penta com a seleção, na Copa de 2002, Vampeta fez sua carreira jogando pelo Corinthians, time em atuou no auge da carreira, conquistando o Mundial de Clubes de 2000 e os Brasileiros de 1998 e 1999.

Até hoje, o ex-ministro Geddel não explicou a origem dos R$ 51 milhões. Ele está preso na Papuda, em Brasília.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber