Mais lidas
Política

ATUALIZADA - Temer diz que instituições foram 'testadas'

.

MARINA DIAS

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Após ir ao hospital por problemas urológicos no mesmo dia em que conseguiu barrar, na Câmara dos Deputados, a denúncia contra ele, Michel Temer gravou um vídeo em que diz que as instituições do país foram "testadas de forma dramática" mas, segundo o presidente, "a verdade venceu".

"O Brasil é sempre maior do que qualquer desafio e ficou ainda mais forte depois de ter suas instituições testadas de forma dramática nos últimos meses. No fim, a verdade venceu. Prevaleceram as garantias individuais e institucionais da nossa Constituição", disse Temer no vídeo, divulgado nesta quinta em suas contas nas redes sociais.

O presidente agradeceu aos 251 deputados que votaram com ele na quarta-feira (25) por "reafirmarem o compromisso" com seu governo.

Temer disse que, agora, enterradas as denúncias, "é hora de ter foco no que interessa", a retomada da economia, ressaltando dados que, para ele, foram "a maior obra" de seu governo, como a volta dos investimentos e do consumo e os baixos índices de inflação e juros.

"O trabalho venceu a recessão e a perseverança derrotou o medo", afirmou o peemedebista em uma reedição do slogan da vitória do ex-presidente Lula na campanha de 2002: "A esperança venceu o medo".

Segundo auxiliares de Temer, a peça também tem o objetivo de mostrar Temer bem disposto depois do susto de quarta.

O peemedebista sentiu um desconforto, segundo a assessoria, na manhã do dia em que a Câmara votou o prosseguimento da segunda denúncia contra ele e precisou ir ao hospital, onde passou por um procedimento de desobstrução do canal da uretra, no qual foi sedado.

No início da tarde, o plenário da Casa foi tomado por tensão entre aliados e oposicionistas de Temer, que não tinham informações precisas sobre o que acontecia com o presidente.

SAÚDE

Temer foi diagnosticado com obstrução parcial de uma artéria coronária nas últimas semanas, no entanto o problema desta quarta não tem relação com isso, segundo os médicos.

Nesta sexta (27), o presidente deve ir a São Paulo para, no sábado (28), fazer exames no Hospital Sírio-Libanês, onde atende a equipe de seu médico, Roberto Kalil Filho.

Em sua conta no Twitter, Temer escreveu ainda que, apesar da recomendação médica por repouso, havia "muito o que fazer".

"Já estou no Planalto, cumprindo agenda. Vamos em frente", completou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber