Mais lidas
Política

Presidente nega acusações de coretor

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Planalto nega que Temer tenha recebido propina ou atuado na compra da MP dos Portos, afirmando que em 2013 Temer era vice-presidente e, portanto, "não era responsável pelas tramitações no Congresso. A assessoria nega também relação de Temer com as empresas Rodrimar, Libra e Eldorado.

A defesa de José Yunes afirma que ele teve seus argumentos acolhidos pelo Ministério Público "tanto que jamais foi denunciado, mas sim arrolado como testemunha de acusação."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber