Mais lidas
Política

Suplicy briga no PT pelo direito de concorrer ao Senado

.

CATIA SEABRA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Campeão de votos para a Câmara paulistana na eleição municipal de 2016, o vereador Eduardo Suplicy briga no PT pelo direito de concorrer ao Senado no ano que vem.

Com apoio do presidente estadual do PT, o ex-prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, um grupo de dirigentes petistas insiste para que Suplicy se candidate à Câmara dos Deputados, como puxador de votos da legenda.

Disposto a entrar na corrida pelo Senado, o ex-secretário municipal dos Transportes Jilmar Tatto é um dos que o incentivam a concorrer à Câmara.

Suplicy resiste à pressão. Na manhã desta quinta-feira (21), o vereador chegou a brincar com o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas, ao saber que ele poderá tentar se eleger deputado federal: "O Luiz Marinho quer que eu concorra à Câmara. Mas como eu poderia te apoiar [Gabas] sendo candidato a deputado?".

Marinho, por sua vez, repete que Suplicy concorrerá ao que quiser.

Segundo petistas, a definição dos candidatos do partido deverá ocorrer em processo de prévias internas. O deputado federal Vicentinho tem sido incentivado a disputar uma vaga ao Senado.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber