Mais lidas
Política

Sempre refutei a acusação, afirma Jucá

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em nota, a defesa de Sérgio Machado afirma que, no pedido de arquivamento, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, reafirma a validade das provas apresentadas pelo colaborador.

"E que o plano de obstrução só não foi adiante porque veio a público. Além disso, ainda segundo o PGR, os atos praticados só não são puníveis porque não existe o delito de conspiração no ordenamento jurídico brasileiro."

Em mensagens publicadas na internet, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) afirmou que sempre refutou a acusação.

"Minha fala se referia ao desastre da economia, ao desastre do governo Dilma. A Polícia Federal investigou e disse que não houve crime da minha parte, o que foi hoje referendado pelo [procurador-geral da República, Rodrigo] Janot", disse.

Renan Calheiros e José Sarney não foram localizados.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber