Mais lidas
Política

Brasil e China estendem prazo de validade de visto de turismo e negócios

.

GUSTAVO URIBE, ENVIADO ESPECIAL

PEQUIM, CHINA (FOLHAPRESS) - Os governos do Brasil e da China assinaram acordo nesta sexta-feira (1º) para aumentar de três para cinco anos o prazo de validade de vistos de turismo e negócios entre os dois países.

A medida, que entrará em vigor a partir de outubro, foi assinada durante visita oficial do presidente Michel Temer a Pequim, durante encontro bilateral com o presidente Xi Jinping.

O acordo, no entanto, não alterou o tempo máximo de permanência, que segue de 90 dias prorrogáveis por mais 90 dias para os dois vistos.

Ao todo, os dois países assinaram 14 acordos comerciais e diplomáticos, boa parte deles apenas memorando de intenções, sem efeitos imediatos.

Entre eles, foi firmada parceria entre as federações de futebol dos dois países para treinamento por brasileiros de técnicos chineses.

Os dois presidentes também assinaram acordo para que produções cinematográficas com a participação dos dois países não entrem na cota de filmes estrangeiros no país asiático.

No encontro bilateral, o presidente brasileiro disse que o país tem superado a atual crise econômica e criando um ambiente seguro para que empresas chinesas realizem novos investimentos.

"O Brasil é um fornecedor seguro de alimentos e insumos", destacou, lembrando das parcerias com a China nas áreas de infraestrutura e como consumidora da carne brasileira.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber