Mais lidas
Política

Para ministro, reclamação sobre emendas é 'chororô'

.

TALITA FERNANDES

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Leonardo Picciani (Esporte) disse que as reclamações sobre a liberação de emendas parlamentares pelo governo em troca de apoio são "chororô de quem não tem voto".

Para garantir os 172 votos necessários na Câmara dos Deputados para barrar a denúncia por corrupção passiva contra Michel Temer, o Palácio do Planalto liberou R$ 2,3 bilhões em emendas nos dois últimos meses.

As emendas estão sendo negociadas inclusive durante a sessão. A reportagem flagrou o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) dentro do plenário da Câmara com uma planilha que mostra emendas já liberadas.

Picciani se licenciou do ministério nesta quarta (2) para reassumir o mandato de deputado federal pelo PMDB do Rio de Janeiro e votar contra a denúncia do presidente Michel Temer. Para o ministro, a acusação contra Temer é "inepta" e o governo deve conseguir os votos necessários para frear a denúncia.

"O presidente sairá fortalecido e mostrará a força política de que dispõe", disse.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber