Mais lidas
Política

Doria recebe Gilmar Mendes para 'análise geral de circunstâncias'

.

JOELMIR TAVARES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), sorriram muito para fotos e pouco falaram sobre um encontro que tiveram nesta segunda (31).

O tucano recebeu o ministro, que também preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em seu gabinete durante cerca de uma hora.

"Análise geral de circunstâncias", disse Gilmar, na saída da reunião, ao ser questionado pela reportagem sobre o assunto da conversa.

O motivo da visita não havia sido divulgado previamente pelas assessorias.

"Temos sempre conversas... Sobre o Santos, também falamos. Passamos em revista vários temas. O que vocês têm publicado no jornal", afirmou o magistrado.

"Fizemos uma análise de conjuntura, o momento político, a questão de administração. Eu trouxe um livro para o prefeito", prosseguiu.

Tema político mais importante do momento, a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer ficou fora da pauta, segundo Gilmar. "Não entramos nesses detalhes."

Doria, que ao posar para os fotógrafos e cinegrafistas propôs ao ministro um "shaking hands" (aperto de mãos), também não deu detalhes sobre a "visita de cortesia", como descreveu o encontro.

"Sempre fico muito feliz em poder encontrar o ministro, com a sua sabedoria, a sua serenidade, o seu equilíbrio", disse o prefeito.

Gilmar afirmou ter convidado o tucano para fazer uma palestra em Brasília. Também aproveitou o papo para agradecer pela "boa presença que fez lá em Lisboa", referindo-se à participação do tucano em um seminário jurídico realizado pelo magistrado em Portugal, em abril.

O livro com que Doria foi presenteado é uma coletânea, organizada pelo ministro e pelo professor Paulo Paiva, sobre políticas públicas.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber