Mais lidas
Política

Maior parte dos deputados do PSDB é favorável à denúncia, diz líder da bancada

.

LUIZA FRANCO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A maior parte da bancada do PSDB na Câmara dos Deputados é a favor da admissibilidade da denúncia da PGR (Procuradoria Geral da República) contra o presidente Michel Temer, disse, nesta terça-feira (11), o líder da bancada, o deputado Ricardo Tripoli (SP).

Na última segunda-feira (10), o relator da denúncia na CCJ, o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), deu parecer favorável à denúncia contra o presidente. O parecer, agora, precisa ser aceito ou rejeitado por maioria dos presentes à sessão. A CCJ tem 66 integrantes.

O parecer começará a ser discutido nesta quarta (12) para, então, ser votado. Depois disso, segue para o plenário.

O PSDB é o principal aliado do PMDB na coalizão de Temer e tem a quarta maior bancada na Câmara, com 46 deputados.

O partido já havia liberado seus sete deputados membros da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) para votarem como quiserem na comissão, sem a obrigação de acompanhar uma decisão partidária.

Uma reunião de mais de quatro horas, nesta terça (11), acabou sem uma definição sobre como o PSDB como um todo vai se posicionar diante da denúncia no plenário – se liberará ou não a bancada.

"A maioria dos deputados são pela admissibilidade. Terminada a votação na CCJ, vamos nos sentar para ver o que é melhor, se cada um vota por sua própria responsabilidade ou se buscamos uma solução de maioria", disse Tripoli.

Foi perguntado a ele o que teria motivado a posição dos deputados.

"Cada um foi analisando por si só. Alguns assistiram CCJ, foram vendo os fatos. O relator é do PMDB e é pela admissibilidade, então fica difícil cobrar reciprocidade num momento destes", respondeu.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber