Mais lidas
Política

ATUALIZADA - Lula diz "achar" que EUA tenham atuado para tirar o PT do poder

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta (5), em entrevista à rádio Arapuan, da Paraíba, que o senador Aécio Neves (PSDB) e o presidente Michel Temer (PMDB) "estão provando do veneno que produziram". "Estão colhendo tempestade porque plantaram vento. Esse país está com clima de ódio porque eles criaram desde 2013, culpando o PT."

A entrevista foi transmitida ao vivo na rede social de Lula --até as 19h, o vídeo havia sido visto 136 mil vezes.

Lula também associou as manifestações de 2013 e o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) a um suposto interesse dos Estados Unidos em desestabilizar o Brasil. "Era uma manifestação que tinha muitos interesses, o principal afastar o PT do governo", disse.

"O Brasil tinha virado protagonista internacional. Nenhum país conseguiu fazer o que o Brasil fez em 12 anos. Acho que tinha interesse americano que o Brasil não desse certo. É um 'achômetro', não tenho prova nenhuma."

Sobre 2018, Lula disse que sonha em construir "um bloco de esquerda progressista com PSB, PDT, PCdoB e personalidades dignas que existem nos outros partidos".

"Primeiro vamos ver se sou candidato. Vamos construir uma aliança política com base num compromisso programático. Tenho vontade de voltar a ser presidente para cuidar desse povo. A palavra não é governar, é cuidar."

O ex-presidente criticou a Lava Jato e as delações premiadas. "Não pode por conta de delação já culpar porque tem muito delator mentindo. No meu caso já provei minha inocência, estou querendo que provem minha culpa", afirmou.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber