Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

Se perícia não apontar adulteração, 'preocupará', diz advogado de Temer

.

THAIS BILENKY

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O advogado Antônio Claudio Mariz de Oliveira, que defende Michel Temer (PMDB), afirmou nesta quinta-feira (22) que, se a perícia da Polícia Federal não apontar adulteração na gravação que o empresário Joesley Batista fez do presidente, "preocupará".

"Se a perícia não mostrar nada, fica difícil", afirmou. Mariz afirmou que o laudo contratado pela defesa de Temer, e os publicados pelos jornais "Folha de S.Paulo" e "Estado de S.Paulo" permitem afirmar que a fita é "falseada, adulterada".

Em palestra na Casa do Saber, em São Paulo, Mariz criticou o STF (Supremo Tribunal Federal) por ter formado maioria no sentido de validar a delação premiada da JBS, que para ele violou a lei ao conceder perdão a Joesey e outros executivos.

"Me espanta que o Supremo tenha lavado as mãos", afirmou o advogado. Ele disse que não se surpreendeu com a permanência do ministro Edson Fachin na relatoria do caso.

Mariz fez críticas ao acordo celebrado com a JBS, que segundo ele concedeu impunidade como prêmio aos delatores sem que o Ministério Público tenha atribuição para isso.

Ao se referir ao áudio que Joesley fez de Temer, disse com ironia: "O presidente da República que se dane! Estamos diante de um estado de anomia social, de absoluta falta de regras".

Mariz atacou o uso da pena de prisão no combate à corrupção em vez de multa e defendeu medidas preventivas. "Empresários estão sendo presos. Ingênuo de quem achar que corrupção acabou, ingênuo de quem pensa que não se tenta mais levar vantagem."

O advogado não poupou críticas ao Judiciário, ao Ministério Público, à imprensa e à sociedade por uma sanha punitivista. "Parece que se a Justiça inocenta, não fez justiça", disse.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber