Mais lidas
Política

Ou seguimos a Constituição, ou vamos ter mais problemas, diz Cármen Lúcia

.

LETÍCIA CASADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, disse nesta quinta-feira (25) que seguir a Constituição é a única maneira de evitar mais turbulência no país.

"Ou o Brasil se salva com a Constituição, ou vamos ter mais problemas", afirmou a magistrada em reunião com senadores, segundo nota da assessoria do tribunal.

Ela se reuniu com os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Lídice da Mata (PSB-BA), João Capiberibe (PSB-AP), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e com o deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ).

Eles pediram a audiência para tratar sobre ação apresentada ao STF contra o decreto do presidente Michel Temer que determinou o uso das Forças Armadas no Distrito Federal.

Mas, quando os parlamentares chegaram à reunião, o decreto já havia sido revogado "e as conversas se voltaram para as questões atuais", informou a assessoria.

O grupo conversou sobre o cenário atual e a ministra destacou "que o Judiciário não é um espaço político", de acordo com a nota. "Se não se acreditar mais nas instituições, poderemos, aí sim, ter crises institucionais sérias", disse a ministra.

A reunião foi fechada, sem acesso à imprensa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber