Mais lidas
Política

Em vídeo, Aécio diz ter sido alvo de 'armação'

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou vídeo nesta terça (23) dizendo que foi alvo de uma "armação".

Gravado pelo empresário Joesley Batista pedindo R$ 2 milhões, o senador foi afastado do mandato de parlamentar por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) na semana passada.

"Não fiz dinheiro na vida pública. Esse cidadão armou uma encenação e ofereceu outro caminho", disse o senador em sua primeira aparição após o afastamento do Senado.

O tucano voltou a dizer que o valor pedido ao empresário "seria regularizado por meio de contrato de mútuo".

Aécio negou ter cometido "qualquer crime" e disse confiar que os inquéritos abertos contra si no Supremo serão arquivados.

O senador afastado fez críticas ao empresário, a quem chamou de "criminoso".

No vídeo de quatro minutos, o tucano disse ainda que se concentrará em sua defesa e na de seus familiares.

Na mesma operação que autorizou seu afastamento, o ministro Edson Fachin determinou a prisão de sua irmã, Andrea Neves, e de seu primo Frederico Medeiros.

Após a operação, Aécio foi afastado do comando do PSDB na semana passada. O senador Tasso Jereissati (CE) assumiu o posto de presidente interino do partido.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber