Mais lidas
Política

Ato em Belo Horizonte tem protestos contra o Judiciário

.

JOSÉ MARQUES

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Ato convocado pelas frentes de esquerda na manhã deste domingo (21), em Belo Horizonte, teve comemoração pelo afastamento do senador Aécio Neves (PSDB) e reclamações contra o STF, que decidirá se mantém inquérito contra o presidente Michel Temer. Organizadores estimaram 50 mil pessoas presentes. PM afirmou que não dará números.

A principal demanda dos movimentos e centrais sindicais, porém, foi a saída de Temer do cargo e realização de eleições diretas. O protesto começou na praça da Liberdade, região central da cidade, às 9h, com discursos de militantes e de pessoas que participavam da manifestação. Às 11h, os manifestantes caminharam até a praça Sete de Setembro, centro da capital.

Durante o protesto, que se dispersou por volta das 14h, foram distribuídos panfletos com os nomes de deputados que já se posicionaram a favor da reforma da Previdência. A lista foi lida sob vaias dos manifestantes. Alguns carros que passavam pelo local buzinaram contra o ato, outros apoiaram.

Depois, o deputado estadual petista Rogério Correia disse que "é muito bom ver o Aécio desmascarado nacionalmente". "O verdadeiro tríplex é Aécio, Temer e Eduardo Cunha", afirmou, em referência à ação que o ex-presidente Lula responde na Justiça Federal de Curitiba.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber