Mais lidas
Política

ATUALIZADA - Ministro do TSE libera processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer

.

LETÍCIA CASADO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro Herman Benjamin, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), liberou nesta segunda (15) para a pauta da corte o processo que pede a cassação da chapa presidencial de 2014.

O caso começou a ser julgado em 4 de abril, mas foi suspenso para abrir mais prazo às defesas da ex-presidente Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer.

Agora, caberá ao presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, marcar uma nova data para o julgamento ser retomado.

De acordo com a assessoria do tribunal, Mendes está na Rússia e na quinta (18), quando estará de volta, deve conversar com os outros integrantes da corte para definir o novo cronograma.

Tanto o ministro Herman Benjamin, relator do processo, quanto a Procuradoria-Geral Eleitoral, recomendaram a cassação da chapa vencedora.

Dois novos ministros participarão da retomada do julgamento.

Admar Gonzaga assumiu a vaga aberta com a saída do advogado Henrique Neves, cujo mandato terminou em 16 de abril.

Ele atuava como ministro substituto há quatro anos.

Tarcísio Vieira, também ministro substituto, assumiu a cadeira de Luciana Lóssio, que deixou o tribunal em 5 de maio.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber