Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Política

'Faz muito tempo que não saio', diz Temer em restaurante de Brasília

.

BRASÍLIA, DF, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Vamos! Faz muito tempo que não saio". O presidente Michel Temer decidiu ali, em seu gabinete no terceiro andar do Palácio do Planalto, que almoçaria no restaurante Tejo, em Brasília, logo após o evento que marcou um ano de seu governo.

Como informou a Folha de S.Paulo, após promover o ato com toda a sua equipe ministerial, nesta sexta (12), Temer reuniu aliados que ainda estavam na capital e seguiu, pouco antes das 13h, para a casa de especialidade portuguesa.

Por volta das 11h desta sexta, o dono do restaurante, Manuel Pires, recebeu uma ligação do ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral), que pedia para que ele reservasse o primeiro andar para a comitiva do presidente. Celebrariam um ano de governo, disse o ministro.

Do cardápio, Temer escolheu o arroz de frutos do mar, no valor de R$ 95, e tomou uma taça de um vinho tinto chileno, o Ilaia Carmenerè, escolhido pelo seu marqueteiro, Elsinho Mouco.

O presidente era o mais calado sentado à mesa de cerca de 15 pessoas. Entre o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e o deputado Rocha Loures (PMDB-PR), Temer fez um brinde em agradecimento aos aliados pela "travessia" de um ano.

Depois, pouco falou. Aliados dizem que o presidente tem dificuldade de conversar sobre assuntos que não sejam trabalho. E que sabe que, nas relações, há sempre algum tipo de interesse, mesmo entre os mais próximos.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um dos presentes à mesa, foi quem comentou sobre a sensação de passagem do tempo desde que Temer assumiu o Planalto em caráter provisório. "O tempo passa rápido. Já foi um ano de governo", disse. O presidente concordou: "o tempo voa".

Perto das 14h20, Temer já estava agoniado. Pediu para acelerarem a sobremesa, porque tinha que estar de volta ao Planalto às 14h30.

Comeu sericai, um doce tradicional da região do Alentejo. Não conhecia, mas aceitou a sugestão do dono do restaurante. Diz que gostou.

Ao anfitrião, afirmou que precisava trabalhar mas que voltaria para jantar com sua mulher, Marcela, assim que tivesse oportunidade de sair em paz novamente.

A comitiva do presidente movimentou o entorno do restaurante, atento aos carros e seguranças que estavam do lado de fora. Quando Temer entrou no salão, foi fotografado por uma família que se sentava próxima à porta.

Além de Temer e dos ministros Moreira e Imbassahy, participaram do almoço os deputados Rocha Loures, Rodrigo Maia, Carlos Marun (PMDB-MS), Julio Lopes (PP-RJ), Alexandre Baldy (PTN-GO), e os líderes Baleia Rossi (SP), do PMDB da Câmara, e Lelo Coimbra (PMDB-ES), da maioria na Câmara. Nenhum senador compareceu.

As brincadeiras ficaram em torno do deputado e presidente da Comissão especial da reforma da Previdência, Carlos Marun. Ele foi alvo de piadas dos colegas pela grande quantidade de comida que tinha em seu prato.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber