Mais lidas
Política

Defesa de Lula pede mudança em gravação de audiências da Lava Jato

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que seja modificada a captação das imagens das audiências com o juiz Sergio Moro, da Lava Jato, no caso que investiga se o petista recebeu vantagens indevidas da empreiteira OAS, entre elas um tríplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.

Lula é réu nesse caso e vai depor para Moro na próxima quarta (10), em Curitiba.

Em petição, os advogados Cristiano Zanin Martins, José Roberto Batochio e Roberto Teixeira pedem que seja feito o registro "do que se passa em todo recinto onde ela [audiência] se realiza e direcionamento da câmera à pessoa que está a fazer uso da palavra, não a deixando repousar exclusiva e fixamente na pessoa do interrogado, mas, sim, promovendo a gravação da íntegra do ato".

Atualmente, as audiências da Lava Jato fixam a câmera na pessoa que depõe. O juiz não aparece nas imagens. Para os advogados de Lula, isso "propaga uma imagem distorcida dos sucessos verificados na audiência, impedindo que sejam avaliadas a postura do juiz, do órgão acusador, dos advogados e de outros agentes envolvidos no ato".

Moro ainda não se manifestou sobre o pedido.

Também réu no processo, o sócio da empreiteira, Léo Pinheiro, disse a Moro que o apartamento é de Lula.

A defesa do ex-presidente nega que o tríplex seja dele e afirma que a fala de Pinheiro é uma "versão negociada para agradar" procuradores e destravar seu acordo de delação premiada.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber