Política

Justiça Federal suspende atendimento no dia marcado para o depoimento de Lula

.

Fachada do prédio da Justiça Federal em Curitiba - Foto: Agência Brasil
Fachada do prédio da Justiça Federal em Curitiba - Foto: Agência Brasil

A Justiça Federal do Paraná divulgou hoje em seu portalque na próxima quarta-feira (10), data do depoimento ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro no âmbito da Operação Lava Jato, não haverá atendimento ao público. A portaria suspende ainda os prazos processuais previstos para a data.

De acordo com a juíza Gisele Lemke, a decisão foi tomada considerando as diversas mobilizações de movimentos sociais nas imediações dos prédios da Justiça Federal e as medidas de segurança adotadas pelas autoridades policiais.

Vitória de Lula no TRF
A decisão da Justiça Federal do Paraná foi divulgada quase simultaneamente à informação de que o ex-presidente Lula havia conseguido uma vitória na Justiça contra o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato. O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre, acolheu pedido de sua defesa e derrubou a determinação de Moro que o obrigava a comparecer ao depoimento das 86 testemunhas arroladas por seus advogados em processo no qual é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 

Prédios fechados
No dia 10 de maio, os edifícios Manoel de Oliveira Franco Sobrinho (sede Cabral) e Milton Luiz Pereira (sede Centro) ficarão fechados durante todo o dia, impossibilitando o acesso de magistrados, servidores, estagiários e terceirizados.

Credenciamento
A entrada no edifício Manoel de Oliveira Franco Sobrinho somente será autorizada às pessoas diretamente envolvidas com a realização e apoio da audiência, devidamente credenciadas pela Justiça Federal. Situações de urgência deverão ser encaminhados ao plantão judicial.

As informações são da Justiça Federal/PR