Mais lidas
Política

EUA condenam Odebrecht a pagar US$ 2,6 bilhões em multas

.

MARCOS AUGUSTO GONÇALVES

NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - O juiz Raymond Dearie, do Tribunal Federal do Brooklyn, condenou nesta segunda-feira (17) a empreiteira Odebrecht a pagar multa de US$ 2,6 bilhões por ter subornado agentes públicos no exterior.

Conforme a decisão, serão US$ 93 milhões para o Tesouro dos Estados Unidos, US$ 2,391 bilhões ao Brasil e US$ 116 milhões à Suíça.

A Odebrecht e a Justiça americana fizeram um acordo aceitando que a pena adequada seria de US$ 4,5 bilhões. A Odebrecht, no entanto, argumentou que não suportaria pagar mais de US$ 2,6 bilhões.

Segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, foi feito um estudo com autoridades americanas e brasileiras que concluiu que a multa deveria respeitar o valor mínimo alegado pela empreiteira -os US$ 2,6 bilhões.

Além do pagamento da multa, a empreiteira aceitou aumentar os investimentos em seu setor de "compliance".

A fixação do valor da multa veio após a Odebrecht admitir, em dezembro passado, que pagou a agentes públicos de vários países, ao menos desde 2001, US$ 788 milhões para firmar contratos, conforme noticiou a agência Bloomberg.

A Braskem, empresa petroquímica do grupo Odebrecht, também admitiu em dezembro ter pago suborno e teve multa fixada em janeiro em US$ 632 milhões.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber