Política

Eleitores de quatro municípios do Paraná voltam às urnas

.

SANDRA CAPOMACCIO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Eleitores de quatro cidades do Paraná voltam às urnas neste domingo (2) para escolherem os novos prefeitos e vice-prefeitos. A Justiça Eleitoral determinou que ocorressem novos pleitos nesses municípios. As eleições serão realizadas em Foz do Iguaçu, Piraí do Sul, Nova Laranjeiras e Quatiguá.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), 199.413 eleitores devem comparecer às urnas. Ao todo, 3.950 mesários foram convocados para trabalhar neste domingo. A nova eleição deve custar R$ 600 mil aos cofres públicos. Os resultados serão anunciados ainda na noite deste domingo (2) e os novos prefeitos serão empossados até o final de abril.

FOZ DO IGUAÇU

A cidade onde vai ocorrer a maior votação neste domingo é Foz do Iguaçu. Os 165.730 eleitores aptos a votar correspondem a 83,1% de todos os que irão às urnas. A nova escolha em Foz foi determinada pela Justiça Eleitoral após a cassação da candidatura do ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), que havia recebido mais votos em outubro.

O motivo da cassação foi a reprovação de contas da prefeitura, na época em que ele ocupava o mandato. Embora tenha recorrido a instâncias superiores, Ghisi perdeu todos os recursos judiciais que tentou.

PIRAÍ DO SUL

Em Piraí do Sul, os 19.221 eleitores da cidade voltam às urnas porque a Justiça Eleitoral impugnou a candidatura do candidato ganhador, Antônio El-Achkar (PTB), por ele ter sido condenado por improbidade administrativa. O caso que gerou a cassação da candidatura aconteceu em 2009, quando ele era prefeito. Achkar, conhecido como Toto, não soube explicar nas contas da prefeitura os gastos de uma viagem que fez à China, usando dinheiro público.

NOVA LARANJEIRAS

A cidade com 7.961 eleitores volta às urnas após a cassação da chapa vencedora, encabeçada pelo ex-prefeito, Eugênio Milton Bittencourt (PT), que tentava a reeleição. A Justiça Eleitoral reprovou as contas de campanha dele.

QUATIGUÁ

Já em Quatiguá, o ex-prefeito Efraim Bueno de Moraes (PMDB) foi impedido de assumir o cargo depois de reeleito por conta de duas ações de improbidade administrativa por irregularidades cometidas em 2011. Também de forma interina, Josué de Pádua Melo (PMDB) assumiu a prefeitura da cidade. A cidade é o menor colégio eleitoral deste domingo, com apenas 6.501 eleitores.