Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Por mais que me espremam, só consigo dar doçura, diz Temer na PB

.

FABIO VICTOR, ENVIADO ESPECIAL

MONTEIRO, PB (FOLHAPRESS) - "Sou como cana na moenda: por mais que seja espremido, só consigo dar doçura", disse o presidente Michel Temer nesta sexta (10) em Monteiro (PB) no final de um discurso na cerimônia de chegada das águas da transposição do rio São Francisco à Paraíba. Ele atribuiu a frase a dom Hélder Câmara.

Temer falava num campo minado. Em Monteiro, um dos municípios do semiárido nordestino atingidos por uma seca que já dura cinco anos, a maioria dos moradores ouvidos pela reportagem credita ao ex-presidente Lula a paternidade da transposição.

"Isso é uma maravilha para Monteiro, somos uma cidade premiada. Primeiro temos de agradecer a Deus e depois a Lula, que foi quem teve coragem de tirar a obra do papel. Se ele for candidato dez vezes, voto dez vezes nele", disse o comerciante Jardison Queiroz, 41, dono de um lava a jato (em que usa água de um poço artesiano).

Iniciado há dez anos, em 2007, durante o segundo governo Lula, o projeto da transposição está hoje orçado em R$ 9,6 bilhões, mais que o dobro do previsto inicialmente. Já foram aplicados R$ 8,8 bilhões, segundo o Ministério da Integração Nacional.

O governo Temer argumenta que a obra estava parada ao final do governo Dilma Rousseff (ela veio a público negar) e que a conclusão do trecho leste só foi possível porque a atual gestão, ao assumir, priorizou o projeto.

Assim como fizera mais cedo em Campina Grande, Temer defendeu que a paternidade do projeto é coletiva. "Se pudermos falar em paternidade, ela é do povo brasileiro, pois a obra foi feita com dinheiro público que vem de impostos pagos por todos."

A cerimônia, numa tenda cercada por tapumes, foi restrita a convidados. Do lado de fora, um grupo de cerca de 150 pessoas protestou, portando faixas contra Temer e a reforma da Previdência e agradecendo a Lula pela transposição.

No discurso, Temer agradeceu aos manifestantes, por serem "a mais clara revelação da democracia que vivemos", e foi sarcástico. "Como estão ao sol [a área onde ocorreu o protesto era descoberta], certamente ao fim do dia vão se banhar nas águas do São Francisco."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber