Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Delatores da Schahin assinam acordo com a Operação Lava Jato

.

BELA MEGALE

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O empresário Milton Schahin, sócio do grupo que leva seu sobrenome, assinou no fim de janeiro o acordo de delação premiada com a força tarefa de Curitiba. Nele, comprometeu-se a pagar R$ 7 milhões de multa.

Além dele, fecharam acordos de delação os executivos José Antônio Schwartz e Edison Freire Coutinho, também do grupo Schahin. Cada um foi condenado a pagar R$ 500 mil de multa.

O acordo traz uma novidade nas negociações da operação Lava Jato. Schwartz e Coutinho, que estão em liberdade, terão que cumprir parte da pena em regime fechado, ou seja, irão para a cadeia, apesar de ter negociado as tratativas em liberdade.

Segundo envolvidos na negociação, a data da prisão ainda não foi definida.

Já Milton Schahin cumprirá três meses de prisão domiciliar com monitoramento de tornozeleira eletrônica, além de nove meses em regime semiaberto domiciliar, podendo sair de sua residência entre 7h e 21h.

O acordo dos dois executivos já foi homologado, já o do acionista do grupo aguarda a validação.

O sócio do grupo foi condenado juntamente com seu irmão, Salim Schahin, na ação que investigou o empréstimo de R$ 12 milhões que o banco Schahin concedeu ao pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula. O dinheiro foi direcionado ao PT para pagar dívidas de campanha.

Conforme a Folha de S.Paulo revelou em 2015, Salim disse no acordo de delação premiada que representantes o aval do ex-presidente Lula foi decisivo para que o grupo conseguisse um contrato bilionário com a Petrobras em 2007 para operar o navio-sonda Vitória 10.000.

Segundo ele, o contrato foi uma compensação em troca do perdão dos R$ 12 milhões da sigla junto ao banco Schahin.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber