Política

Oposição vai a Procuradoria contra indicação de Alexandre de Moraes

.

CAMILA MATTOSO E DANIEL CARVALHO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O PSOL anunciou que vai protocolar uma representação na PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o presidente Michel Temer por causa da indicação de Alexandre de Moraes para o STF (Supremo Tribunal Federal). Segundo a legenda, a representação será por "ato de desvio de finalidade".

Em nota, o partido da oposição diz que Temer nomeou Moraes não para aprimorar o corpo técnico do Supremo, mas para ter alguém de "absoluta confiança" na Corte.

O PSOL argumenta que o futuro ministro não somente será membro do STF como também será o revisor dos processos relacionados à Operação Lava Jato.

Na representação, há também a lembrança de que Moraes era filiado ao PSDB, partido que compõe a base governista - ele anunciou sua desfiliação nesta quarta (08).

Com o material em mãos, a PGR decidirá quais providências tomará.

O indicado de Temer ainda passará por uma sabatina no Senado para ser aprovado para então a ocupar a vaga deixada pelo ministro Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo no dia 19 de janeiro.