Mais lidas
Política

ATUALIZADA - Ex-primeira-dama Marisa Letícia morre em São Paulo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Primeira-dama do Brasil de 2003 a 2010, Marisa Letícia Lula da Silva morreu nesta sexta-feira (3), às 18h57, em São Paulo, aos 66 anos.

Mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela estava internada no Hospital Sírio-Libanês desde o último dia 24, quando sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

De acordo com boletim do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, ela estava sem fluxo cerebral. Com o diagnóstico, a família já havia autorizado na quinta procedimento de doação de órgãos da ex-primeira-dama.

Diante da situação "irreversível", como definiu o médico da família, o cardiologista Roberto Kalil Filho, os aparelhos também foram desligados na quinta (2).

Após vir à tona o diagnóstico de ausência de fluxo cerebral, Lula e a família passaram a receber mensagens de solidariedade de políticos de diversos partidos.

O petista recebeu a visita no hospital do presidente Michel Temer (PMDB), que foi hostilizado ao entrar no local, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) antecipou retorno da Europa para prestar condolências ao padrinho político.

HISTÓRICO

Conforme informou a colunista Mônica Bergamo, Marisa já tinha histórico de pressão alta. Além disso, fumava e não costumava se exercitar no ritmo indicado.

A ex-primeira-dama nasceu em São Bernardo do Campo em 7 abril de abril de 1950. Ela conheceu o ex-presidente Lula em 1973, aos 23 anos, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo.

Os dois eram jovens viúvos -ele de Maria de Lourdes, que morreu grávida durante uma cesariana de emergência. Ela, de um taxista que morreu assassinado, com quem teve um filho, Marcos. Lula já tinha uma filha, Lurian, fruto de relacionamento com a enfermeira Mirian Cordeiro.

Lula e Marisa se casaram em 1974 e tiveram três filhos: Fábio Luís, Sandro e Luís Cláudio.

INVESTIGAÇÃO

O ex-presidente perde a mulher no momento mais difícil de sua vida política. Ele é réu em cinco ações na Justiça e sua rejeição, de 44%, empata na liderança com a do presidente Michel Temer (PMDB), que tem 45%, segundo pesquisa realizada pelo Datafolha em dezembro.

Na Operação Lava Jato, a ex-primeira-dama era ré junto com Lula em duas ações penais sob responsabilidade do juiz Sergio Moro. Ela também foi mencionada em investigações relacionadas à reforma de um sítio, em Atibaia (SP), usado pela família, e de um tríplex em Guarujá (SP). Com a morte, o processo contra Marisa é extinto.

CRONOLOGIA 1950

Nasce em São Bernardo do Campo (SP), no dia 7 abril

Anos 1960 e 70

Jovem, chegou a trabalhar como embaladora de bombons. Casou-se com um taxista que morreu assassinado. Com ele, teve o filho Marcos, nascido em 1971

1973

Conhece Lula aos 23 anos, no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo. O então metalúrgico era viúvo de Maria de Lourdes, que morreu grávida durante uma cesariana de emergência. Antes do relacionamento com Marisa, Lula teve uma filha com a enfermeira Mirian Cordeiro, Lurian

1974

Lula e Marisa se casam

1975

Nasce Fábio Luís, filho de Lula e Marisa. Anos depois, teriam mais dois filhos: Sandro e Luís Claudio Lula da Silva.

2003

Lula assume a Presidência da República, dois meses após vencer a eleição. Marisa se torna primeira-dama

2006

Na campanha de reeleição, Marisa coordena passeatas em Brasília e Goiânia. No governo, ela preferiu não se envolver pessoalmente com nenhum projeto da gestão

2016

Marisa se torna ré, junto com o marido e outras pessoas, em duas ações penais da Operação Lava Jato. Os processos abordam suposto favorecimento das empreiteiras OAS e Odebrecht ao ex-presidente. A defesa sempre negou as acusações

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber