Mais lidas
Política

Conselho de Ética instaura processo contra o deputado Jean Wyllys

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados instaurou nesta terça-feira (4) o processo da mesa diretora da Casa contra o deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ).

O relator do processo será escolhido pela comissão com base em uma lista tríplice formada pelos deputados Ricardo Izar (PP-SP), Zé Geraldo (PT-PA) e Leo de Brito (PT-AC).

Na sessão em que o plenário da Câmara decidiu autorizar o Senado a abrir processo de impedimento da ex-presidente Dilma Rousseff, no dia 17 de abril, Wyllys se desentendeu com o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e cuspiu na direção do colega. O filho de Bolsonaro, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), cuspiu de volta.

Também na reunião desta terça-feira, o deputado Odorico Monteiro (Pros-CE), relator de um processo do PV contra Jair Bolsonaro, votou a favor da aceitação da denúncia pelo conselho.

O processo contra Bolsonaro foi aberto em junho deste ano. O PV acusa o congressista de apologia ao crime de tortura ao homenagear o coronel Brilhante Ustra, reconhecido pela Justiça como torturador durante o período da ditadura militar, na sessão de abertura do pedido de impeachment.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber