Política

Com 82% das urnas apuradas, Suplicy é vereador mais votado em São Paulo

.

BRUNO SORAGGI E RAFAEL BALAGO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-senador Eduardo Suplicy (PT) é o candidato mais votado para vereador em São Paulo. Com 82, 78% das urnas apuradas, o petista registrava 248 mil votos ou 5, 58% do total.

Em segundo lugar, vem Milton Leite (DEM), com 95.069 votos, que segue para seu sexto mandato na Câmara. Em terceiro, vem Reginaldo Tripoli (PV), com 74.004 votos.

Suplicy também foi eleito vereador em 1988, com 201 mil votos, ano em que Luiza Erundina, no PT na época, ganhou a disputa pela prefeitura.

No entanto, embora tenha sido eleito presidente da Câmara, ele não terminou o mandato: em 1990, foi eleito senador, cargo no qual permaneceu durante 24 anos.

Em 2014, Suplicy não conseguiu a quarta reeleição e perdeu o cargo para José Serra (PSDB).

Após a derrota, o petista passou a integrar a gestão de Fernando Haddad (PT) em São Paulo, como secretário de Direitos Humanos e Cidadania.

Estreando na Câmara aos 54 anos pelo Partido Verde, José Reginaldo Nazelo de Alvarenga Tripoli é o irmão mais novo de Roberto Tripoli e Ricardo Tripoli, que já foram eleitos vereadores na capital paulista e atualmente ocupam cargos de deputado estadual e deputado federal pelo PV e pelo PSDB, respectivamente.

Tripoli é empresário e assessor especial da diretoria do Palmeiras defende causas ligadas aos animais, ao meio ambiente e aos esportes.

VETERANOS

Dos 20 candidatos mais votados até este momento, 15 são vereadores atualmente e buscam a reeleição.

Milton Leite (DEM) deve conquistar o sexto mandato. Celso Jatene (PR), Atílio Francisco (PRB) e Eliseu Gabriel (PSB), caminham para seu quinto ciclo na Câmara.

Uma das novidades da lista dos mais votados, com 39.950 votos, é Fernando Holiday, membro do MBL (Movimento Brasil Livre), um dos movimentos que atuaram nos protestos de rua contra Dilma Rousseff.