Mais lidas
Política

Confusão marca votação de Dilma Rousseff em Porto Alegre

.

PAULA SPERB

PORTO ALEGRE, RS (FOLHAPRESS) - Uma confusão e empurra-empurra na porta do colégio Santos Dumont, na zona sul da cidade, marcou o momento em que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) votava no local, no fim da manhã deste domingo (2).

A Brigada Militar, junto com funcionários do Tribunal Regional Eleitoral gaúcho, não permitiram a entrada da imprensa, o que causou uma confusão no acesso ao local. Pessoas que queriam votar também não conseguiam entrar.

Uma porta foi empurrada e aberta à força, por volta das 11h40.

EXPECTATIVA

Mais cedo, cerca de 50 militantes aguardam a chegada de Dilma. O ex-governador gaúcho Olívio Dutra também estava no local. "O voto é secreto", brincou.

O escrivão Luís Carlos Braga, do colégio Santos Dumont, limitou o acesso da imprensa ao local de voto de Dilma alegando que ela é uma "cidadã comum". O escrivão também pretendia limitar o acesso do candidato petista Raul Pont porque "ele não vota na seção".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber