Mais lidas
Política

pessoas são presas por divulgação de propaganda

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) afirmou na manhã deste domingo (2) que 163 pessoas foram presas por divulgação de propaganda, corrupção eleitoral e boca-de-urna. Desse total, 21 são candidatos dos Estados de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Piauí, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Sergipe e São Paulo.

No interior paulista, o candidato Geoz Vieira da Silva (PMDB), de Tupã, candidato a vereador, foi preso por propaganda ilegal. Outros 19 candidatos e 123 pessoas também foram alvos de ocorrências, mas não foram presos.

Ao menos 786 urnas foram substituídas neste domingo de eleição. Às 11h, o único Estado onde não houve troca havia sido o Espírito Santo. Já o Estado com o maior número de substituições foi Rio de Janeiro, com 165, seguido por São paulo, com 107.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber