Mais lidas
Política

'É um espetáculo patético e desnecessário', critica PT em SP

.

GUSTAVO URIBE
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em reunião de emergência no diretório nacional do partido, o presidente do PT em São Paulo, Emídio de Souza, saiu em defesa nesta sexta-feira (4) do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e criticou operação que tem o petista como alvo.
Segundo ele, o juiz Sergio Moro e a Polícia Federal passaram dos limites e armaram um "espetáculo patético e vergonhoso" contra o petista. "Foi desnecessário", resumiu.
No encontro na capital paulista, o partido discutirá a realização de protestos no país inteiro, inclusive em frente à sede da Polícia Federal em Curitiba, em solidariedade ao petista.
A Polícia Federal executou mandados de busca e apreensão no prédio do ex-presidente e de seu filo Fábio Luíz Lula da Silva -também conhecido como Lulinha.
Essa fase da operação, batizada de Aletheia, apura se empreiteiras e o pecuarista José Carlos Bumlai favoreceram Lula por meio do sítio em Atibaia e o tríplex no Guarujá. O ex-presidente nega as acusações.
A Folha apurou com integrantes da defesa do ex-presidente que Lula está sendo levado para o aeroporto de Congonhas, onde deve prestar depoimento à Polícia Federal.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber