Mais lidas
Política

Doria diz que advogados da sigla autorizaram cavaletes publicitários

.

THAIS ARBEX
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O empresário João Doria foi o primeiro pré-candidato do PSDB a chegar à Câmara Municipal de São Paulo, onde às 17h começa a apuração dos votos das prévias tucanas realizadas neste domingo (28).
Acusado pelos adversários -o vereador Andrea Matarazzo e o deputado federal Ricardo Tripoli- de fazer propaganda de sua campanha no dia da votação, ao espalhar cavaletes com sua foto por todos os mais de 50 diretórios do município, Doria afirmou que consultou o partido e que foi autorizado pela direção municipal a utilizar o material.
Na frente da Câmara, além de cavaletes, há também um caminhão de som de Doria e bexigas.
Em ofício enviado como resposta à consulta do empresário, os advogados do PSDB, Anderson Pomini, Thiago Tommasi Marinho e Guilherme Ruiz Neto afirmam que, como as normas internas das prévias autorizam "a prática de atos de campanha no dia do pleito", consideram legal "não só o uso de cavaletes, mas também de qualquer outro engenho publicitário nas áreas externas dos locais de votação".
"Se é permitido o mais, automaticamente se permite o menos", diz o documento dos advogados.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber