Política

'Dilma tem sua própria agenda', diz ministro sobre ausência em festa do PT

.

NICOLA PAMPLONA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O ministro do Trabalho, Miguel Rossetto, minimizou a ausência da presidente Dilma Rousseff na festa de 36 anos do partido, que será realizada neste sábado (27), e disse que a relação do PT com o governo "é de total confiança".
"A presidente Dilma tem sua própria agenda e está no Chile representando o nosso governo. A relação do partido é de total confiança e disposição para colaborar efetivamente com o governo", disse, em entrevista durante seminário promovido pelo PT no Rio.
Na sexta-feira (26), o diretório nacional do partido propôs um "programa nacional de emergência" para mudar a política econômica, com medidas contrárias às propostas de ajuste fiscal do governo.
Na quarta (24), acordo do governo com a oposição para viabilizar o projeto que põe fim à exclusividade da Petrobras na operação do pré-sal gerou grande mal estar entre o partido e o Planalto.
"A presidente Dilma é a maior filiada do nosso partido e a disposição é contribuir positivamente com o governo", disse o ministro, argumentando que a proposta do diretório nacional tem como objetivo apresentar alternativas para a retomada do crescimento.
Ele defendeu que Dilma "está no rumo certo, na medida em que elegeu como prioridade para 2016 recuperar o crescimento econômico e a geração de emprego".
O aniversário de 36 anos do partido será comemorado na noite deste sábado, com uma festa no Rio.