Mais lidas
Política

Investigação de publicitário não tem nada a ver com Dilma, diz Cardozo

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta quinta-feira (25) que não vê "nenhuma relação entre os dados investigados" pela Operação Lava Jato e a campanha da presidente Dilma Rousseff.
Cardozo falou sobre o assunto ao ser questionado sobre o impacto da prisão do marqueteiro João Santana, que conduziu as últimas campanhas do PT, no ambiente político.
O ministro afirmou que há, na verdade, uma "clara tentativa de setores da oposição" de fazer "especulações" com a prisão de Santana na tentativa de "reverter o resultado das urnas".
"Não acredito, sinceramente, que nenhum desses processos tenha algum fato que possa justificar a cassação do mandato da presidente", disse Cardozo. "Tenta-se fazer marola para criar uma crise sem um fato determinado", concluiu.
Cardozo falou sobre o assunto após participar da cerimônia de posse do novo presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Ives Gandra Martins Filho. O vice-presidente Michel Temer também participou do evento, mas não falou com a imprensa.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber