Mais lidas
Política

Antecessor de João Santana, Duda Mendonça caiu em desgraça após mensalão

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Antecessor imediato de João Santana nas campanhas que levaram o PT ao Planalto, o publicitário Duda Mendonça caiu em desgraça após ser tragado pelo escândalo do mensalão.
Foi em 2005, quando admitiu à CPI dos Correios ter recebido, via caixa dois, US$ 5 milhões do PT em contas no exterior pela campanha de Luiz Inácio Lula da Silva em 2002.
O marqueteiro chegou a chorar durante o depoimento, de quase dez horas.
Acusado de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, Duda acabou absolvido em 2012 pelo Supremo Tribunal Federal, que julgou não haver provas de que sabia da origem ilícita dos recursos que recebeu.
Antes, em 1994, ele havia aberto as portas para um funcionário promissor: o próprio Santana, promovido depois a sócio –a parceria foi desfeita em 2001.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber