Política

Pezão exonera secretário pré-candidato à prefeitura pelo PSDB

.

ITALO NOGUEIRA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), anunciou neste domingo (21) a exoneração do secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório (PMDB). Ele vai se filiar ao PSDB para disputar a Prefeitura do Rio.
O anúncio ocorre um dia depois da divulgação de e-mail do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), ao COI (Comitê Olímpico Internacional) alertando para possível atraso na obra da linha 4 do metrô para a Olimpíada. Ela está sob responsabilidade de Osório, que reafirmou a conclusão do sistema em julho.
A saída, contudo, não está diretamente ligada a este caso. Osório se encontrou na última quarta-feira (17) com os senadores tucanos Aécio Neves (MG), Tasso Jereissati (CE) e Aloysio Nunes (SP) e selou sua filiação ao PSDB.
Ex-secretário-geral do comitê organizador da Olimpíada, ele tentou se viabilizar no PMDB como possível substituto do deputado federal Pedro Paulo (PMDB) como pré-candidato da sigla à prefeitura. Não teve sucesso por ser visto com reservas por Paes e pelo ex-governador Sérgio Cabral (PMDB); os dois decidiram manter o aliado na disputa, apesar de ele ser investigado por agredir ex-mulher.
"Apresentei meu nome ao PSDB como candidato a prefeito e ele foi bem recebido. O partido tem outros nomes e isso será decidido mais para frente. O objetivo é fazer o PSDB crescer no Rio", disse Osório, que volta a ocupar a vaga na Assembleia Legislativa do Rio.
Osório vinha usando o cargo para divulgar sua imagem. Além das recorrentes visitas aos canteiros de obra da linha 4, participava de debates no subúrbio sobre a expansão do sistema de metrô.
A divulgação do e-mail de Paes pelo jornal "O Globo" ocorreu dias após Osório confirmar a Pezão e Paes que sairia do cargo para o PSDB.
Paes propunha a preparação de um "plano B" para o caso de a obra não ficar pronta. Sugeriu usar ônibus articulados entre a Barra da Tijuca (zona oeste) e Ipanema (zona sul). A mensagem causou mal-estar entre os governos estadual e municipal.
Pezão vai nomear como novo secretário de Transportes Rodrigo Vieira, atual presidente da Suderj (Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro).