Mais lidas
Política

Cardozo determina corte de pontos dos policiais rodoviários que entrarem em greve

.

GABRIEL MASCARENHAS E AGUIRRE TALENTO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) determinou o corte dos pontos de trabalho de todos os policiais rodoviários federais que entrarem em greve durante o feriado de final de ano.
O chefe da pasta da Justiça, responsável pela corporação, enviou um ofício à direção-geral da Polícia Rodoviária Federal na quarta (23), pedindo providências.
No documento, Cardozo exige que as superintendências regionais monitorem de perto a situação e determina o corte do ponto de "todos os policiais que tenham eventualmente aderido à paralisação dos trabalhos".
"Se houver greve, [os pontos] serão cortados", confirmou o ministro à reportagem.
Parte da categoria ameaçou cruzar os braços nos próximos dias, embora a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais tenha divulgado uma nota oficial em seu site afirmando que não haverá greve.
"A greve para ser considerada como instrumento justo e legal de manifestação dos trabalhadores, inclusive do serviço público, precisa seguir a um rito próprio, com comunicação prévia à sociedade, à administração pública e outras formalidades, o que não foi feito [...]", diz o comunicado.
A entidade reitera, porém, a insatisfação dos policiais, que estão em negociação por reajustes e melhores condições de trabalho com o Ministério do Planejamento.
"Fica notória, entretanto, a insatisfação do efetivo policial em diversos estados sobre o tratamento que o governo federal vem dando à categoria [...]", informa o texto da nota.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber