Mais lidas
Política

Irmão da vice-governadora do Paraná é preso em Curitiba

.

Juliano Borghetti, ex-vereador em Curitiba (Foto: Parana Online)
Juliano Borghetti, ex-vereador em Curitiba (Foto: Parana Online)

Operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) prendeu na manhã desta terça-feira (15) o ex-vereador Juliano Borghetti, que também é irmão da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP). Ele foi detido em Curitiba durante a operação Quadro Negro, que investiga desvio de dinheiro na Secretaria de Educação por meio de um contrato com a empresa Valor.  

Borghetti também é cunhado do deputado federal Ricardo Barros (PP) e tio da deputada estadual Maria Victória (PP). O ex-vereador é reincidente em prisões. Ele, que durante o primeiro mandato do governador Beto Richa foi superintendente da PR Projetos, a antiga EcoParaná, já foi detido no fim de 2013 após ser um dos torcedores flagrados na briga entre as torcidas do Atlético Paranaense e Vasco da Gama na Arena Joinville.

A Operação Quadro Negro apura supostos desvios de recursos públicos por meio de contratos com empresas para obras em escolas da rede pública. A organização criminosa é suspeita de desviar quase R$ 20 milhões.

A investigação começou após uma auditoria iniciada pela Secretaria de Estado da Educação que detectou a fraude. O esquema consistia na emissão de falsos atestados de medições feitas nas obras das escolas públicas. No documento as obras estavam praticamente prontas, mas na prática elas mal tinham começado. Com estes falsos atestados de medições, foram feitos pagamentos indevidos a empresa Valor por serviços que não foram realizados. (Com informações da Rádio Banda B, de Curitiba)

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber