Mais lidas
Política

PSB define nomes para comissão e indica posição pró-impeachment

.

RANIER BRAGON E GUSTAVO URIBE
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Aliado histórico do PT até 2013, o PSB anunciou no início da tarde desta segunda-feira (7) 3 dos 4 nomes que irão integrar a comissão especial que analisará o pedido de impeachment de Dilma Rousseff.
Apesar de a Executiva Nacional do partido ter marcado uma reunião para quarta-feira (9) para debater o assunto, a posição da bancada é majoritariamente favorável ao afastamento da presidente da República.
"Temos as duas posições na bancada, mas hoje o grupo majoritário é pelo impedimento da presidente", afirmou o líder da bancada, Fernando Coelho Filho (PE). Ele é um dos que irão compor a comissão.
Os outros dois titulares, escolhidos no voto pela bancada, foram Danilo Forte (CE) e Tadeu Alencar (PE).
A quarta vaga de titular do PSB na comissão está sendo disputada pelos deputados Bebeto (BA), Luiza Erundina (SP) e João Fernando Coutinho (PE).
Todos os nomes dos 65 integrantes titulares da comissão especial que analisará o impeachment de Dilma serão conhecidos até o final da tarde desta segunda. A comissão se reunirá pela primeira vez na tarde desta terça (8) para eleição do presidente e do relator.
LISTA
Os principais partidos estão discutindo os últimos nomes de suas lista. O PT, que tem 8 vagas, indicará o líder do governo, José Guimarães (CE), o líder da bancada, Sibá Machado (AC), e os deputados Henrique Fontana (RS), Wadih Damous (RJ), Paulo Teixeira (SP), Arlindo Chinaglia (SP), Carlos Zarattini (SP) e Paulo Pimenta (RS).
O PMDB terá o líder da bancada, Leonardo Picciani (RJ), e os deputados José Priante (PA), Washington Reis (RJ), Newton Cardoso Jr. (MG), Fernando Jordão (RJ) e Hildo Rocha (MA). As suas outras duas vagas estão ainda sendo definidas.
Na oposição, os titulares do DEM serão o líder da bancada, Mendonça Filho (PE) e o líder da oposição no Congresso, Pauderney Avelino (AM). No PSDB, o líder da bancada, Carlos Sampaio (SP), o líder da oposição na Câmara, Bruno Araújo (PE), além dos deputados Jutahy Júnior (BA), Marcus Pestana (MG) e Nilson Leitão (MS). Falta uma vaga a ser definida pelos tucanos.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber