Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Suspeito de mandar matar prefeito da cidade de Elias Fausto (SP) é preso

.

VENCESLAU BORLINA FILHO, ENVIADO ESPECIAL
PIRACICABA, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Civil apontou nesta sexta-feira (23) o suspeito de ser o mandante do assassinato do prefeito Laércio Betarelli (PSDB), 58, de Elias Fausto, na região de Campinas, no começo do mês.
O empresário do setor imobiliário Sérgio Vicente Picão, 42, foi preso no final da tarde desta quinta (22) em um dos seus loteamentos na cidade. À polícia ele negou ser o mandante do crime.
Vicente teve a prisão temporária (por 30 dias) decretada pela Justiça. Apesar disso, a polícia não descarta outras possibilidades e busca o autor dos quatro tiros à queima roupa que matou o prefeito.
Para anunciar a prisão do suspeito, a Polícia Civil convocou a imprensa na sede do Deinter (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) em Piracicaba (a 160 km de São Paulo).
O secretário de Estado da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, participou do anúncio. No dia do assassinato, 2 de outubro, o secretário também foi a Piracicaba e pediu urgência na apuração do crime.
Segundo o delegado Roberto José Daher, a investigação mostrou planejamento e motivação do suspeito para encomendar a morte do prefeito tucano.
No que se refere ao planejamento, a principal prova é de um veículo comprado pelo empresário dois dias antes do crime. Um Fiat Strada branco foi filmado por diversas câmeras do município perseguindo o carro de Betarelli.
De acordo com o delegado, após o crime, Vicente tentou devolver o veículo ao antigo dono, alegando estar com defeito. Porém, a testemunha não aceitou. O carro ficou desaparecido e só foi encontrado nesta sexta.
A outra hipótese da polícia é de que o empresário queria afastar o prefeito dos seus negócios. A Prefeitura de Elias Fausto tentava embargar o loteamento do suspeito e isso teria gerado uma briga entre os dois.
"Há uma motivação econômica para o fato. As ofensas passaram a ser feitas nas redes sociais e o que era um caso econômico passou a ser pessoal", disse Daher. O secretário descartou a motivação política.
A picape passou por perícia do Instituto de Criminalística na busca de mais provas da autoria do crime. "As imagens das câmeras, porém, descartam qualquer alegação para a não participação no crime", disse Moraes.
De acordo com retrato falado divulgado pela polícia, feito a partir do relato de testemunhas (entre elas, duas crianças), o atirador que matou o prefeito é moreno e tem cerca de 25 anos.
OUTRO LADO
O advogado do suspeito, Osvaldo Flausino Júnior, afirmou que o cliente alegou inocência no caso e que já esperava ser investigado por causa das ofensas, mas não preso de forma temporária.
Flausino Júnior disse que Vicente não é dono do carro supostamente usado para o crime e que houve precipitação na prisão. "Sabe como é: o governador cobra, o secretário cobra, o delegado cobra. E meu cliente está preso", disse.
Conhecido como Dude, Betarelli estava em seu terceiro mandato como prefeito da cidade, que tem pouco mais de 17 mil habitantes. Antes, ele tinha comandado o município entre 1997 e 2000 e de 2001 a 2004. Também foi vereador e presidente da Câmara.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber