Facebook Img Logo
Mais lidas
Política

Em jantar com Temer, Cunha diz que 'nada mudou' sobre impeachment

.

MARINA DIAS E GUSTAVO URIBE
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O vice-presidente Michel Temer recebeu na noite desta segunda-feira (19), no Palácio do Jaburu, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para uma conversa em que o vice sondou o aliado sobre uma possível abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.
Segundo a reportagem apurou, Cunha disse que "nada mudou" no atual cenário e sinalizou que deve segurar qualquer decisão sobre o tema. Peemedebistas, porém, afirmam que o presidente da Câmara tem planos, "só não entrega ainda quais são eles".
O sinal de alerta chegou ao Palácio do Planalto, onde a ordem é "baixar a temperatura" nas relações com Cunha.
No domingo (18), por exemplo, irritado com o tom adotado pela presidente em declarações durante sua viagem a Suécia, Cunha telefonou para o ministro Jaques Wagner (Casa Civil) e mostrou insatisfação com os sinais trocados do governo. Enquanto ministros e governistas tentam uma aproximação, Dilma o ataca em discursos públicos.
Wagner tentou colocar panos quentes e a presidente foi orientada a adotar um tom "mais institucional" ao falar do peemedebista.
Ao ser questionada durante a viagem sobre as denúncias contra Cunha, acusado de ter se beneficiado do esquema de corrupção da Petrobras por meio de quatro contas na Suíça, Dilma disse que ele não fazia parte de seu governo. E completou: "Lamento que seja um brasileiro".
Na bancada do PT na Câmara e entre os principais aliados de Dilma, a fala foi interpretada como "um erro", no momento em que o Planalto busca estabilidade política.
Na semana passada, o STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu o rito proposto pelo presidente da Câmara para o desenrolar de um eventual pedido de impedimento contra Dilma, mas Cunha insiste em dizer que ainda tem o poder de deferir ou indeferir novas solicitações.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber