Mais lidas
Política

Ex-BBC, repórter da Vice elogia 'flexibilidade' da nova casa

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Hoje correspondente de guerra da Vice Media, depois de mais de uma década na BBC, o britânico Ben Anderson descreveu no Festival Piauí Globonews de Jornalismo um ambiente de maior receptividade para as iniciativas dos repórteres em sua nova casa.
"Seja o que você fizer ou propuser, vai encontrar um lugar na Vice", afirmou. "Eu amo a liberdade disso. Na BBC, poderia levar seis meses de reuniões, e no final a resposta ser 'não'." Elogiou também a "flexibilidade" de poder trabalhar com sua própria câmera ou um só cinegrafista, em vez de grandes equipes.
Citou uma cobertura em que outro limite da BBC ficaram claros. Uma reportagem sua sobre a escravização sexual de meninos pela polícia afegã, sob conhecimento das forças americanas, cortou as expressões mais cruas usadas pelos próprios policiais -expressões que a Vice manteve, depois.
Anderson relatou suas experiências em zonas de violência como o Iêmen, a Libéria e mesmo o Brasil, numa comunidade dominada pelo tráfico, no Rio. Foi entrevistado por Malu Gaspar, repórter da revista "piauí", e por Renata Lo Prete, âncora da Globonews.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber