Mais lidas
Política

Morre aos 70 a ex-deputada federal petista Maria Lúcia Prandi

.


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Morreu na manhã desta quarta-feira (7), aos 70 anos, a ex-deputada federal Maria Lúcia Prandi (PT-SP). Ela estava internada desde o dia 23 de setembro no Instituto do Câncer, em São Paulo.
Há um ano, ela foi diagnosticada com um câncer no pulmão.
Líder política da região da Baixada Santista, Maria Lúcia foi a primeira -e única- mulher a presidir a Câmara de Municipal de Santos, em 1992.
Foi secretária municipal da Educação de Santos durante a gestão Telma de Souza (1989-1992) e deputada estadual paulista por quatro mandatos, entre 1995 e 2010.
Em abril de 2014, assumiu o mandato de deputada federal que era de Ricardo Berzoini (PT), na época indicado pela presidente Dilma Rousseff para ser ministro das Comunicações.
Nascida em Potirendaba (a 432 km de São Paulo), era formada em história pela Universidade Católica de Santos (UniSantos) e mestre em ciências sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC).
Aos 12 anos, mudou-se com a família para Santos, onde fez carreira como professora e política. Era tia do sociólogo Reginaldo Prandi.
Em nota, o PT de Santos lamentou a morte de Maria Lúcia. "O PT sente a dor de uma das principais referências da política regional, estadual e federal, sinônimo de dignidade, e um ser humano irreparável. Solidariedade à família."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber