Facebook Img Logo
  1. Edhucca Banner
Mais lidas
Política

A aliados, Cunha diz que novas delações irão atingir Renan

.

DÉBORA ÁLVARES, RANIER BRAGON E GUSTAVO URIBE
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Denunciado ao STF (Supremo Tribunal Federal) por corrupção e lavagem de dinheiro, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse em uma reunião fechada que novas delações da Operação Lava Jato devem complicar a vida do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
A afirmação foi feita em jantar com deputados aliados na residência oficial da Câmara nesta segunda-feira (24). Segundo relatos, o presidente da Câmara não deu detalhes nem disse de onde recebeu essa informação.
O encontro, que oficialmente serviu para discutir a agenda de votações da semana, teve longas explanações de Cunha, que mais uma vez negou as acusações feitas pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de envolvimento no esquema de propina investigado na Operação Lava Jato.
Como tem reiterado, o presidente da Câmara disse a aliados que a denúncia é inconsistente e que sua defesa será facilmente acatada pelo STF.
Nos bastidores, Cunha tem direcionado a artilharia contra Renan, apesar de os dois serem do mesmo partido. Renan também é investigado na Lava Jato, mas não houve até agora denúncia contra ele. Há algumas semanas, o senador se aproximou do governo Dilma, o que foi criticado por Cunha e aliados.
O presidente da Câmara diz que o Palácio do Planalto está por trás das acusações contra ele na Lava Jato.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Política

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber